Totalmente Confiável

“E as crianças lutaram dentro dela, e ela disse: “Se sim, por que isso é comigo?” E ela foi perguntar a HASHEM” (Bereishit 25:19).

E as crianças lutavam dentro dela: quando ela passava pelas entradas das academias de Torah de Sem e Eber, Ia´aqov corria e lutava para sair; quando passasse pela entrada de um templo de idolatria, Essav correria e lutaria para sair. Outra explicação: eles estavam lutando entre si e discutindo sobre a herança dos dois mundos. – Rashi

Pode-se argumentar facilmente que o Essav foi colocado em uma posição desvantajosa na vida. Ele tinha uma disposição pré-natal para a idolatria. Mais tarde, ele nasceu corado, uma indicação de que sua tendência era derramar sangue. O pobre rapaz! Por que no mundo ele deveria ser julgado e intitulado como um Rasha-malvado!? Este era quem e o que ele era! Este não foi o resultado de sua escolha voluntária.

Então, do outro lado do espectro, a mesma pergunta pode ser feita. Como Ia´aqov pode ser coroado um Tzadik? Ele também tinha uma disposição pré-natal, mas seu desejo inato era aprender a Torah. Então, como ele pode ser recompensado como um Tzadik? Não era dele! Ele nasceu intrinsecamente excelente.

Esta pergunta foi apresentada ao rabino Ezriel Tauber ztl há muitos anos. Ele explicou o seguinte. Existem dois ingredientes gerais que transformam uma pessoa no que ela é. Um é a natureza e o outro é a criação. Às vezes, uma pessoa nasce com uma natureza difícil, mas precisa equilibrar esse ambiente acolhedor e amoroso. Às vezes, uma pessoa com uma natureza muito boa tem um ambiente difícil e desafiador.

Agora podemos olhar para Essav. Embora ele naturalmente tenha tendências terríveis, observe a qualidade das pessoas que o cercavam. Seu avô era Avraham Avinu. Se pudéssemos ver Avraham Avinu por uma fração de segundo, nossas vidas nunca mais seriam as mesmas. Pegue qualquer 100 Rebbes e junte-os e depois multiplique sua santidade por 1 milhão e talvez – talvez tenhamos uma noção de quem ele poderia ter sido. Então ele teve um pai Yitzchak Avinu e um irmão Ia´aqov Avinu. Sua mãe era uma das 4 grandes matriarcas Imahos que abençoamos nossas filhas como todas as noites de sexta-feira. Ele cresceu no meio das maiores das maiores pessoas que já andaram no planeta. No entanto, seu coração permaneceu frio e distante.

O Talmud declara: “Alguém que é maior que seu amigo, tem uma inclinação negativa maior de Yetzer Hara.” Grandes pessoas não nascem grandes. Eles geralmente têm que lutar para superar uma negatividade avassaladora. No processo, eles não apenas alcançam a bondade, mas a ascensão à grandeza. Um amigo me disse recentemente que alguém levou uma amostra de caligrafia de Reb Chaim Kanievsky Shlita a um especialista em caligrafia para ser analisada. O especialista disse: “Eu não sei muito sobre essa pessoa, mas posso lhe dizer uma coisa, ele não pode ficar parado por um momento e não tem poder de concentração!”

A pessoa que trouxe a amostra ficou surpresa. Nada poderia estar mais longe da verdade. Reb Chaim aprende toda a Torah todos os anos e, quando há um ano bissexto, um mês extra, ele escreve um Sefer. Provavelmente, ninguém no planeta provou ter maior poder de concentração do que Reb Chaim Kanievsky, o maior estudioso do Talmude atualmente. Mais tarde, esse homem deu carona a Reb Chaim e ele relatou as descobertas surpreendentes do especialista em caligrafia. Reb Chaim não ficou surpreso. Ele disse a ele: “Esta é a minha natureza, mas eu mudei!”

Qual era o grande mérito de Ia´aqov, que ele merecia ser intitulado Tzadik? Veja quem ele tinha como vizinho próximo, um irmão gêmeo, Essav, um dos falsificadores mais carismáticos de todos os tempos. Sua realização foi permanecer sem influência. A vida é densa com vantagens e desvantagens. O que nos tornamos depende inteiramente de nós!

Tradução e adaptação: Mário Moreno.

Por Rav. Mário Moreno, fundador e líder do Ministério Protico Shema Israel e da Congregação Judaico Messiânica Shema Israel na cidade de Votorantim. Escritor, autor de diversas obras, tradutor da Brit Hadasha – Novo Testamento e conferencista atuando na área de Restauração da Noiva.

*O conteúdo do texto acima é de colaboração voluntária, seu teor é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: Batalhas de manteiga

Print Friendly, PDF & Email

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *