Porto Nacional reduz em 46,42% os acidentes de trânsito e 33% os acidentes com vítimas fatais

Redação JM Notícia

O Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) de Porto Nacional, através de dados coletados do Detran-TO, PRF, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, SAMU e do Sinan Net, informa a redução de 46,42% nos acidentes de trânsito no Município e 33% a menos de acidentes com vítimas fatais, de 2017 a 2018. Em nível de Brasil, que reduziu 17%, foi uma média considerável boa, um salto depois dos investimentos em Educação para o Trânsito na cidade.

Conforme as Estatísticas, em 2017, o município teve altos índices de acidentes de trânsito e acidentes de trânsito com vítimas fatais, 1.050 acidentes com 20 vítimas fatais. Em 2018 houve um aumento e os números subiram para 1.256 acidentes com 21 vítimas fatais.

Dados

No período de 1º de janeiro a 19 de dezembro de 2017, teve 98 acidentes com vítimas e 04, com vítimas fatais, totalizando 102 acidentes envolvendo jovens de até 18 anos. Nesse mesmo período foram 502 acidentes com vítimas e 14, com vítimas fatais, totalizando 516 acidentes envolvendo jovens de 18 a 26 anos. Os jovens com mais de 26 anos cometeram 430 acidentes com vítimas e 02 acidentes com vítimas fatais, totalizando 432 acidentes.

No período de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2018, teve 115 acidentes com vítimas e 05, com vítimas fatais, totalizando 120 acidentes envolvendo jovens de até 18 anos. Nesse mesmo período foram 574 acidentes com vítimas e 10, com vítimas fatais, totalizando 584 acidentes envolvendo jovens de 18 a 26 anos. Os jovens com mais de 26 anos cometeram 496 acidentes com vítimas e 06 acidentes com vítimas fatais, totalizando 502 acidentes.

No período de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2019, teve 93 acidentes com vítimas e 02, com vítimas fatais, totalizando 95 acidentes envolvendo jovens de até 18 anos. Nesse mesmo período foram 239 acidentes com vítimas e 05, com vítimas fatais, totalizando 244 acidentes envolvendo jovens de 18 a 33 anos. Os jovens com mais de 33 anos cometeram 237 acidentes com vítimas e 07 acidentes com vítimas fatais, totalizando 244 acidentes.

Dados por bairro

Das vítimas de 2019, cinco (5) foram da zona rural e dos sexos masculino e feminino; um (01), do setor Jardim Brasília, também do sexo masculino; duas, dos sexos masculino e feminino, no setor Jardim Querido; um (1) do sexo masculino no Jardim Umuarama; um (1) do sexo masculino, no setor Novo Planalto; um (1) do sexo masculino no setor Brigadeiro Eduardo Gomes; um (1) do sexo masculino, no Jardim Municipal e dois, dos sexos masculino e feminino no Distrito de Luzimangues. Um total de catorze (14) vítimas, sendo 11 homens e três mulheres.

Educação para o Trânsito

A Educação para o Trânsito esteve em todos os lugares, inclusive nas escolas. Noventa por cento (90%) dos trabalhos foram as blitze educativas.

Vida no Trânsito

Porto Nacional está entre as cidades que aderiram ao Programa Vida no Trânsito – uma iniciativa brasileira voltada para a vigilância e prevenção de lesões e mortes no trânsito e promoção da saúde, em resposta aos desafios da Organização das Nações Unidas (ONU) para a Década de Ações pela Segurança no Trânsito 2011 – 2020.

O objetivo das ações é a intervenção em dois fatores de risco priorizados no Brasil: dirigir após o consumo de bebida alcoólica e velocidade excessiva e/ou inadequada, além de outros fatores ou grupos de vítimas, identificados localmente a partir das análises dos dados, notadamente acidentes de transporte terrestre envolvendo motociclistas.

Mudança de Patamar

Para o diretor do Demutran, Domingos José da Costa, “queremos que o trânsito de Porto Nacional continue trafegável, tranquilo, saudável e com salubridade, que, anteriormente, não tinha”.

“Trabalhamos em três esferas, Educação para o Trânsito, Engenharia de Tráfego e Estatística. Para esse ano, vamos sinalizar toda a cidade, revitalizar as faixas de pedestres já existentes e colocar outras em locais estratégicos. Será um ano de muita colheita. Porto Nacional ficará mais visível e sinalizada, para que as pessoas se conscientizem de seu papel enquanto cidadãos”, disse Domingos José.

Demutran

Departamento Municipal de Trânsito, da Secretaria-Executiva de Segurança Pública. Atua junto com a Guarda Municipal. O trabalho é de organizar, gerenciar e planejar ações de trânsito do Município, junto com órgãos municipais e estaduais, como o Detran-TO.

Tocantins

Um levantamento feito pela Seguradora Líder, responsável pelo seguro DPVAT, mostra que os acidentes no Tocantins matam mais que homicídio e latrocínio. Ao todo foram 593 mortes no trânsito no Estado, em 2018. Por outro lado, 412 pessoas morreram vítimas de crimes violentos.

Os acidentes que deixam vítimas graves também causam impactos para a Saúde do Estado. No Hospital Geral de Palmas (HGP) o pronto-socorro atendeu 9.178 notificações de acidentes de trânsito em Palmas, em 2019.

Prêmio da ONU 2019

Entre 2010 e 2017, o país reduziu em 17,4% o número de mortes por acidentes de trânsito, de 42.844 para 35.374 óbitos. De acordo com o governo brasileiro, o prêmio da ONU é um reconhecimento à contribuição brasileira para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs), fixados em 2015, como um plano de ação em diferentes áreas, entre elas a saúde, até 2030.

O Brasil também foi premiado pelo Programa Vida no Trânsito. Criado em 2010, a iniciativa tem como meta principal a redução de 50% no número de óbitos por acidentes de trânsito até 2020.

Para isso, o Ministério da Saúde em parceria com Estados e Municípios desenvolve ações que vão desde intervenções na engenharia do trânsito, passando por fiscalização, campanhas educativas até ações de atenção às vítimas.

O “Vida no Trânsito” está implantado em 26 capitais, alcançando uma população de aproximadamente 50,6 milhões de habitantes. Nas capitais que mais se engajaram no programa, houve redução superior ao índice de 40%, com destaque para Aracaju, com redução de 55,8%; Porto Velho (de 52,0%); São Paulo (de 46,7%); Belo Horizonte (de 44,7%); Salvador (de 42,7%); e Maceió (de 41,9%).

O post Porto Nacional reduz em 46,42% os acidentes de trânsito e 33% os acidentes com vítimas fatais apareceu primeiro em JM NOTÍCIA.

Print Friendly, PDF & Email

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *