O que significa nem altura, nem profundidade poderá separar-nos do amor de Deus?

Inscreva-se em nosso canal: http://youtube.com/c/AndréSanchez

Você pergunta: Lendo na Bíblia sobre o amor de Deus não entendi bem quando Paulo ensina que nem altura, nem profundidade poderá separar-nos do amor de Deus. Ele está se referindo a o quê nesse versículo? Gostaria muito que me ajudasse a entender.

Caro leitor, quando Paulo fala aos romanos a respeito da vitória dos servos de Deus que estão em Cristo, mesmo diante das grandes adversidades que passaremos aqui nesse mundo, ele cita este lindo verso:

“Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Romanos 8:38-39). Nesse verso Paulo está citando coisas que exercem certos “poderes” sobre a vida das pessoas. Vamos entender esse pensamento:

O que significa nem altura, nem profundidade poderá separar-nos do amor de Deus?

O que significa nem altura, nem profundidade poderá separar-nos do amor de Deus?

(1) Paulo quer passar aqui a ideia de todo tipo de oposição imaginável que alguém pudesse pensar que seria capaz de separar alguém de Cristo. Ele faz uma lista com dez itens escolhidos com cuidado, pois representavam coisas que as pessoas realmente pensam como sendo muito poderosas (e algumas de fato são). Ele começa falando de realidades que estão longe de qualquer controle humano (Nem a morte, nem a vida). Não temos controle pleno sobre nossa vida e morte. São forças que estão além de nossas capacidades de controle pleno. Elas, porém, não podem frustrar os planos de Deus para nossas vidas. Não podem nos separar do amor de Deus!

(2) Paulo continua falando de forças espirituais (nem os anjos, nem os principados). A ideia aqui são de forças espirituais rebeladas contra Deus. Somente essas desejariam afastar alguém do amor de Deus. Nem essas forças criadas por Deus em algum momento da história, mas rebeladas contra Ele, têm a capacidade de frustrar a vitória que Deus deu aos Seus servos através de Jesus Cristo. Apesar de serem forças grandiosas se comparadas conosco, elas não têm o poder de ir contra os planos do Senhor!

(3) Paulo dá ainda o exemplo de acontecimentos que ocorram no decurso do tempo (nem coisas do presente, nem do porvir). Acontecimentos, ainda que afetem nossas vidas, também não conseguem superar a grandeza do amor de Deus derramado através de Jesus Cristo. Unidos com Cristo temos o poder de superar os acontecimentos da vida presente e os futuros que virão sobre nós. Isso porque quem nos conduz é o Senhor e não as circunstâncias!

(4) Agora chegamos no objeto de nossa análise: Nem poderes, nem altura, nem profundidade. Altura e profundidade estão ligados a termos usados na astrologia (Que estuda de forma mística a influência dos astros na vida das pessoas, em seu presente e futuro). Poderes certamente se liga aqui pelo fato de que se cria que havia poderes no universo (quase sempre ligados a deuses) que guiavam os astros e interferiam na vida das pessoas aqui na terra. Se Paulo tem isso em mente, o que ele quer mostrar é que as crenças de que os céus, os astros, a grandeza do universo (altura, profundidade insondáveis) possa ter alguma influência em nós para nos separar de Cristo é rejeitável, pois nem mesmo essas coisas grandiosas da natureza têm poder para isso. Deus é maior do que elas! Os planos do Senhor também!

(5) E, por fim, ele fecha falando que nenhuma criatura que possa existir na vastidão do universo e à qual as pessoas possam reputar algum poder tem, de fato, poder para frustrar o plano de Deus de nos amar (Nem qualquer outra criatura). Assim, todo o argumento de Paulo mostra que definitivamente nada conhecido nos céus e na terra, nenhuma oposição imaginável pode destruir o amor de Deus derramado de forma eficaz na vida de Seus servos através de Jesus Cristo!

O post O que significa nem altura, nem profundidade poderá separar-nos do amor de Deus? apareceu primeiro em Esboçando Ideias.

Add Comment

Deixe uma resposta