ES e SP monitoram casos suspeitos de coronavírus de pessoa vinda da Itália

País europeu já registra onze mortes pelo COVID19. Não há nenhum caso confirmado no Brasil

A Secretaria da Saúde de São Paulo e do Espírito Santo confirmaram nesta terça-feira (25), em seus respectivos estados, o primeiro caso suspeito de coronavírus, em uma pessoa vinda da Itália. Diante do risco de alastramento da doença, o Vaticano cancelou eventos. O tradicional Carnaval de máscaras em Veneza também foi suspenso.

Nesse terça-feira (25), 322 pessoas tiveram infecções confirmadas no país, de acordo com autoridades italianas. O número de mortes chegou a 11. Todas as vítimas são pessoas idosas.

São Paulo

Um homem de 61 anos que regressou da Itália no último dia 21 testou positivo para o coronavírus. Ele ficou em observação no Hospital Israelita Albert Einstein, em SP. Segundo a instituição, foi enviado para casa, onde ficará isolado pelos próximos 14 dias.

Em nota, o hospital afirma que a equipe médica continuará monitorando o estado do paciente, assim como os das pessoas que tiveram contato próximo a ele. Para seguir o protocolo internacional, porém, é necessária uma contraprova a ser feita pelo Instituto Adolfo Lutz. Está etapa já está sendo feita. O resultado deve sair nesta quarta (26).

Espírito Santo

No Espírito Santo, o paciente suspeito foi encaminhado para o Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, em Serra. Um dos hospitais de referência para esses atendimentos, definido pelo Plano Estadual de Enfrentamento e Controle do Covid-19.

A coordenação do Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública (COE) informa ainda que o paciente está sendo monitorado e exames laboratoriais serão realizados para confirmar ou não a doença.

Em nota, a Sesa informou que o paciente está sendo monitorado.  O caso suspeito será informado, ainda nesta terça-feira ao Ministério da Saúde.

Print Friendly, PDF & Email

Add Comment

Deixe uma resposta