Caso Samuel :”Não matei meu filho”, desabafa mãe evangélica após perícia dizer que menino foi asfixiado

Após a grande repercussão do caso Samuel, menino de apenas dois anos deidade que foi morto dentro de casa, a evangélica Maria Teresa mãe do menino, resolveu quebrar o silêncio: “Não matei meu filho”, disse ela durante uma entrevista ao vido no Cidade Alerta.

Depois de Silas Malafaia, agora é a vez de Léo dias enfrentar Felipe Neto: “Pobre menino rico”

Moradora de Mauá (SP), região metropolitana de São Paulo, Maria Teresa foi acusada pelo pai de Samuel, de que ela teria feito mal ao próprio filho, após um castigo severo aplicado por ela.

Durante a entrevista com Luiz Bacci Tereza negou as acusações de ter assassinado o próprio filho. A versão da mãe, é que deixou Samuel de castigo e ele teria entrado dentro de um baú e morreu sufocado quando ela estava longe do quarto.

No entanto, um laudo da perícia, aponta que que havia água no pulmão do filho, o que indica morte por afogamento. Maria não soube explicar como isso teria acontecido.

Já para o pai Joel, a mãe Maria Tereza teria aplicado um “castigo severo” em Samuel, colocando a cabeça dele numa bacia ou mesmo no vaso sanitário. No entanto, estas acusações que Tereza vem negando com muita força.

The post Caso Samuel :”Não matei meu filho”, desabafa mãe evangélica após perícia dizer que menino foi asfixiado appeared first on GN.

Print Friendly, PDF & Email

Add Comment

Deixe uma resposta