Vem e Segue-me – lição 22 – “Quando o Filho do Homem vier” – JS-Mt 1, Mt 25, Mc 12-13 e Lc 21

19
0

Para apoiar o novo programa de aprendizado da Igreja – “Vem, e Segue-me” – estamos publicando semanalmente comentários sobre a lição designada. Neste ano somos convidados a estudar o Novo Testamento. Na lição de hoje (designação 27 de maio a 2 de junho) estudaremos sobre a Segunda Vinda de Jesus Cristo.

Acesse a lição aqui.

A Segunda Vinda de Jesus Cristo

A Segunda Vinda de Cristo é tão real quanto a primeira. Mas, será diferente. ele não virá como um bebê inocente, não ministrará em um pequeno país – a vinda Dele será gloriosa e todos o verão. Os sinais que antecedem seu retorno grande e terrível estão nas escrituras. E em Mateus 24 lemos sobre eles.

Quando Jesus Cristo ascendeu aos céus no final de Seu ministério mortal, dois anjos declararam aos Seus Apóstolos: “Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir” (Atos 1:11). Desde aquela época, os crentes aguardam a Segunda Vinda de Jesus Cristo.

As escrituras do Velho e Novo Testamento, do Livro de Mórmon, de Doutrina e Convênios e da Pérola de Grande Valor falam sobre a 2ª Vinda de modo claro, e apontam quais sinais precedem esse grande evento. Algumas dessas passagens são: Daniel 7, Zacarias 12-13, Mateus 24, D&C 45, D&C 133 e Joseph Smith – Mateus 1.

Escrevi recentemente um artigo sobre a Segunda Vinda, você pode lê-lo aqui:

O que os santos dos últimos dias acreditam sobre a Segunda Vinda?

A Tradução de Joseph Smith da Bíblia

A tradução inspirada da Bíblia é uma grande bênção para todos nós, e uma prova do chamado divino do Profeta Joseph Smith.

“O Senhor inspirou o Profeta a restituir ao texto bíblico as verdades que haviam sido perdidas ou alteradas desde que o original fora escrito. Essas verdades restauradas esclareceram doutrinas e melhoraram a compreensão das escrituras. (…) Por ter o Senhor revelado a Joseph algumas verdades que os autores haviam registrado, a Tradução de Joseph Smith é diferente de qualquer tradução da Bíblia. Nesse sentido, a palavra tradução é usada em um sentido mais amplo e de forma diferente da habitual, posto que a tradução de Joseph foi mais revelação que uma tradução literal de um idioma para outro.” (Introdução aos Trechos Selecionados da Tradução de Joseph Smith).

O Senhor aprovou a milagrosa e tradução e disse que ele “contém a verdade e a palavra de Deus— que é minha palavra aos gentios; para que logo seja levado aos judeus, de quem os lamanitas são remanescentes, para que creiam no evangelho e não mais esperem que venha um Messias já vindo.” (D&C 19:26-27).

A parábola das Dez Virgens

Um bom resumo sobre essa parábola e aplicação é esse:

Jesus contou uma história sobre dez moças que foram a um casamento. Elas estavam esperando que o noivo chegasse para deixá-las entrar. Mas não sabiam a que horas ele viria. As dez moças tinham lâmpadas que queimavam azeite para iluminar. Cinco delas eram sábias e tinham azeite de reserva. As outras cinco não eram sábias e tinham só o azeite que estava nas lâmpadas. O noivo demorou bastante tempo para chegar e o azeite das lâmpadas acabou. As cinco moças sábias tinham mais azeite para colocar em suas lâmpadas, mas as outras cinco que não eram sábias tiveram que sair para comprá-lo. Enquanto estavam fora, o noivo chegou. Ele deixou que as cinco moças sábias entrassem para o casamento. Quando as outras cinco que não eram sábias voltaram, as portas estavam fechadas. Elas não puderam entrar no casamento.

Jesus é como o noivo dessa história. Os membros da igreja são como as dez moças. Quando Jesus voltar, alguns membros estarão preparados, porque cumprem os mandamentos de Deus. Outros não estarão preparados e não poderão estar com o Salvador quando Ele voltar. (“As Dez Virgens”, Histórias do Novo Testamento, Capítulo 47)

Após citar essa Parábola novamente em nossos dias, o Senhor disse:

“Pois aqueles que são prudentes e tiverem recebido a verdade e tomado o Santo Espírito por seu guia e não tiverem sido enganados — em verdade vos digo que não serão cortados e lançados no fogo, mas suportarão o dia.” (D&C 45:57)

https://www.institutogamaliel.com/

This site is using SEO Baclinks plugin created by Locco.Ro

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here